Prefeitura e SAAE contempla mais de 60 famílias com a instalação das fossas sépticas

Famílias beneficiadas não precisaram desembolsar nada pelo serviço

 

A falta de um local adequado para o despejo do esgoto rural era uma preocupação da atual administração pois o que é despejado no solo coloca em risco tanto o plantio de mudas de legumes e verduras, além da contaminação da água e a saúde dos moradores.

Visando em trazer benefícios para essa população, a prefeitura, através da Secretaria Municipal de Meio Ambiente e em parceria com o SAAE, realizaram um importante Projeto de Tratamento de Esgoto Rural, com a instalação de fossas sépticas econômicas, beneficiando 67 famílias dos Córregos da Alegria, Rochedo e Tuti.

A entrega festiva das declarações referentes às fossas sépticas aconteceu na noite desta quarta-feira, 3 de outubro, na propriedade do senhor Nelson Modesto, no Córrego da Alegria, com a presença do prefeito João Rufino, dos vereadores Robério Francisco (Presidente da Câmara), Genivaldo Assis, Gilberto da Aposentadoria, Paulo Mariano e Jonas Emiliano, dos secretários Carlos Roberto (Meio Ambiente e da Agricultura), Mauro Pereira (Indústria e Comércio e da Cultura) e Marco Mendes (Obras), do diretor do SAAE, Paulo Abílio, do sr. Ezio Secretário de Agricultura de Itabirinha, e do presidente da Câmara de Itabirinha, Elieber Pedro, do presbítero Gilmar da Igreja Assembléia de Deus, representando todos os produtores da comunidade.

Esta importante iniciativa além de resgatar a dignidade e a qualidade de vida do homem do campo, é realizada pela primeira vez em Mantena, onde os moradores ainda poderão reutilizar a água do esgoto (após o tratamento) para irrigação de hortas e lavouras.

De acordo com Paulo Abílio, grande parceiro desse projeto, o trabalho foi realizado nessa primeira etapa nas propriedades que estão situadas nas cabeceiras, onde a captação do SAAE é feita, e com certeza irá contribuir com a despoluição das águas que abastecem as barragens onde são coletas para abastecer a população de Mantena.

João Rufino visivelmente feliz na entrega a cada familiar, ressaltou da importância da instalação das fossas sépticas para a melhora na qualidade de vida de cada um. “É, sem dúvida, uma grande contribuição da nossa administração, além de solucionar um problema ambiental para as famílias que moram longe das redes coletoras de esgoto, irá trazer mais saúde e higiene a todos”, disse Rufino.

A instalação das Fossas Sépticas é uma opção que é muito mais viável, onde foi instalado tambores de plástico e as tubulações, evitando a contaminação dos lençóis freáticos dos córregos, nascentes e mananciais, idealizado pela gestora ambiental Ana Célia. “Um projeto realizado com muito carinho, dedicação dos funcionários e principalmente recebido com muita alegria por cada morador contemplado”, disse Carlão.

 

Compartilhar