Sentir dor na hora da relação sexual não é normal.

Sentir dor durante ou após o sexo não é normal. Fingir que está tudo bem e continuar com o ato é o que algumas mulheres fazem às vezes. Mas isso pode ser muito mais complexo do que se imagina. O nome desse problema é dispareunia. Entenda um pouco mais e saiba o que fazer.

O ginecologista Malcolm Montgomery explica que a dispareunia é a dor durante ou após a relação sexual que pode ser causada por diversos fatores naturais e fisiológicos. “Acontece, geralmente, por conta das mudanças no ciclo das mulheres, na gravidez, no pós-parto e também na menopausa. Situações que levam a alteração de hormônios e repercutem na acidez vaginal geram a dor na relação sexual”. Também ocorre por conta de infecções e micoses e até mesmo pela posição do sexo. “Se a penetração é maior e o colo do útero é tocado dói mais para as mulheres”.

Muitas mulheres acham estranho sentirem essa dor já que a elasticidade da vagina é alta. Malcolm explica que a vagina também tem ereção, só que não é visível como a do pênis. “Ela muda de posição em sua fase de excitação, fica ampla, molhada e ereta. Se não estiver preparada para o sexo, a mulher sentirá dor”. Se a dor acontecer antes ou no início da relação pode ser por casa da lubrificação. Se for durante, pode ser caso de micose, e as dores que ocorrem após o sexo são menos comuns. Outras causas como miomas no útero, cistite e infecção na trompa também causam dor.

As inibições da mulher também influenciam nas dores. “Se ela inicia uma relação sexual com algum receio, como engravidar ou com o seu corpo, é gerada uma tensão que contrai os músculos da vagina e a dor é inevitável”, explica Malcolm. Ele complementa dizendo que para o sexo o casal deve estar relaxado. “Não pode haver intelecto na jogada. A interferência do pensamento atrapalha na hora H”, diz.

Para evitar a dispareunia, a mulher deve manter a higiene e ir ao ginecologista ao menos uma vez por ano. “Utilizar um método anticoncepcional eficiente também é importante para a mulher ficar mais tranquila e a tensão não atrapalhar”, diz.

É imprescindível consultar um ginecologista para saber os motivos pelos quais se está sentindo dores na hora do sexo assim que elas aparecerem. “Se a mulher permanecer fazendo a relação sexual com dores isso pode gerar um problema grave para o casal. Primeiro ela poderá criar uma aversão ao sexo, não terá mais orgasmo, pois será mais por obrigação do que por prazer, e por último ela pode até entrar em depressão por fingir algo que não está legal”, finaliza Malcolm.

Portanto, se você sente dores antes, depois ou após o sexo, consulte um ginecologista e entenda o que está acontecendo com você.

© 2012 - Desenvolvido por Webmundo Solucoes Web - Todos Direitos Reservados.