Dois jovens foram mortos a tiros e casa incendiada em Barra de São Francisco

Moradores de Barra de São Francisco, principalmente as do bairro Colina, passaram a madrugada deste domingo para segunda feira, 29/07/2019, assustados com a quantidade de tiros que provocaram a morte de dois rapazes, sendo eles, Nicolas e Filiphe da Silva Emídio Ferreira, 15 anos.

Já era mais de meia noite, quando muitos moradores acordaram com barulho de tiros entre os bairros da Colina e Cruzeiro. Foi preciso até da presença do Corpo de Bombeiros, uma vez que, havia princípio de incêndio em uma residência, onde estava uma das vítimas.

Os bombeiros conseguiram apagar o fogo e encontraram dois corpos dentro da residência. Os policiais do 11º quando chegaram ao local dos fatos narrados, já encontrou os jovens mortos, sendo que em uma casa onde se encontrava uma pessoa morta, o corpo dele já estava em chamas (fogo). Uma outra pessoa ficou baleada. O acusado fugiu do local após roubar uma motocicleta de uma moça.

Os peritos chegaram ao local por volta das 05 horas da manhã, onde recolheram os corpos, que foram encaminhados para o IML e em seguida librar para sepultamento.

O que diz o Boletim de Ocorrência Policial (B.O)

Uma testemunha identificada como sendo Daniela Chaves da Silva, ela disse aos policiais, que passava pela rua próxima do local do fato, quando sua moto deu defeito, momento em que foi abordada por um dos acusados, que a indagou sobre o que ela estava fazendo naquele local.

Perguntaram ainda se ela era usuária de drogas, e ela respondeu que não, que apenas teria ido levar uma amiga em casa e estava retornando para sua casa.

A partir de então um dos acusados de cor moreno, trajando calça jeans e blusa de moleton branca, determinou que ela descesse da moto, momento este em que ela ouviu vários tiros dentro de uma residência, que viu outro acusado de cor branca, usando barba, estatura baixo, saindo de dentro da residência onde fora encontrado um dos corpos, que ao sair da casa ele abordou a outra vítima, pediu tudo o que estivesse com ele, segundo Daniela relatou.

Daniela relatou que foi entregue ao acusado R$ 80 reais e uma quantia de maconha, que após a vítima entregar o material, o acusado desferiu vários disparos no mesmo, que com a vítima se encontrava uma pessoa do sexo feminino trajando moleton vermelho e que os acusados roubaram sua motocicleta para empreender fuga.

Que as únicas características que ela soube informar do veículo é ser uma CG 125 Fan de cor azul, com os dois últimos números da placa sendo 04 e com adesivo escrito “fabrica de loucos” ,informou ainda que se evadiu do local, e que ao chegar na rua lateral a Praça Municipal foi seguida por um dos acusados, que fez várias ameaças contra ela.

Informou ainda que acredita já ter visto o acusado no bairro Estrela.

Fonte: Gazetadonorte